10 passeios muito gostosos e baratinhos no Rio de Janeiro

Tem uns cantinhos bem encantadores aqui no Rio que não costumam estar no “top 10” das pessoas que vem conhecer a cidade, então sinto que preciso fazer uma lista “utilidade pública”, expondo pro planeta a “maravilhosidade” desses lugares menos valorizados do que deveriam.

E ainda são daqueles passeios baratinhos (alguns até gratuitos) e que você pode fazer acompanhada da vovó, por exemplo (inclusive já fiz alguns aí com a minha), curtindo um clima de tranquilidade na cidade, enquanto de bônus contempla paisagens ridiculamente bonitas…

1. O Forte de Copacabana rende um passeio muito gostoso

Primeira coisa que vem na minha cabeça quando penso em passeio incrivelmente agradável e acessível (em todos os aspectos, porque além de ser barato, lá é bem amigável pra cadeira de rodas, de acordo com o site) é o Forte.

vista-do-forte-de-copacabana-1viagem2visoes
felizona pegando o ventinho, ouvindo as ondas e vendo a paisagem de babar

Lá tem uma combinação bem imbatível de paisagem linda + som das ondas + climinha tranquilo + passeio baratinho. Com uns 6 reais já dá pra ter uma tarde gostosa, tomando um picolé e ouvindo o som das ondas, enquanto constata que o Rio é lindo mesmo. E tem o bônus de ser um lugar obviamente seguro.

Provavelmente é no Forte que você vai tirar algumas das suas fotos preferidas na cidade.

2. A Praia Vermelha é um treco delicioso

Na Praia Vermelha tem um restaurante com uma paisagem muito gostosa de se ver e ouvir (o som das ondas, de novo ele) enquanto come, o Terra Brasilis.

Lembro que alguns amigos tinham medo até de chegar perto, porque achavam que os preços do restaurante seriam exorbitantes – ou então achavam que era um local fechado só pra militares – mas definitivamente não é o caso e todo mundo se surpreende.

Os preços não são absurdos, e lá tem coisas deliciosas que valem muito a pena provar, como o brownie com sorvete, o sorvete de queijo com goiabada, o creme de mamão com licor de cassis, e uma poção gostosa de batata frita com queijo lá (que dá bem pra duas pessoas).

1014067_1007176256024777_6035184917724799634_n
foto daqui

De vez em quando ainda tem música ao vivo (eu não sei bem que dias ou horários exatamente, mas se você curtir é só entrar no site deles pra ver).

Se for de noite, leva um casaco. Sei que “levar um casaco” parece uma sugestão absurda de algo pra se fazer no Rio de Janeiro, mas o mar coladinho no restaurante rende um ventinho gelado bem safado.

Além do restaurante também tem a Pista Claudio Coutinho, e a trilha do Pão de açúcar, que é curta (subindo bem devagar acho que dá no máximo 40 minutos) e tranquila de se fazer, além de compensadora no final. Tudo ali pertinho.

E tem balanço, escorrega, e mais uns outros brinquedinhos ali na frente da Praia. Bastante cachorro passeando, e um climinha manso tão bom… Gosto demais desse lugar. Se bobear tá no meu top 5 do Planeta.

3. O Jardim Botânico é um canto bom pra caramba pra fazer picnic – e tem um jardim sensorial

O jardim botânico é obviamente lindo, também é um passeio baratinho, e já valeria a pena de toda forma, mesmo que fosse só pra contemplar a beleza descarada do lugar.

14114779_1124272067616101_6786208998944564138_o.jpg
quando eu falo que é descarada é porque é mesmo (foto daqui, por Alexandre Machado)

Mas em termos de “lugar pra fazer picnic”, conheço poucos mais ideais do que ele. Tem um pedaço lá em específico, com uma cantina que vende uns lanchinhos legais (se não puder comprar você pode levar o próprio) e umas mesinhas de madeira, que te fazem sentir o Zé Colmeia ou o Catatau comendo ali. Gosto muito da sensação de ser um urso comendo. :V

E lá tem um jardim sensorial pros cegos e deficientes visuais curtirem também. Além do próprio jardim botânico ser extremamente curtível, já que é agradável não só aos olhos, mas aos ouvidos e ao nariz.

Se você quiser, ainda pode aproveitar pra ir no Parque Lage, que é gratuito, e fica beem pertinho do Jardim Botânico.

4. Fazer SUP no Posto 6 de Copacabana é maneiríssimo

O posto 6, lá perto do Forte (aproveita o passeio no Forte e já emenda), é um cantinho bem gostoso da praia de Copacabana, com uma vista linda, e quase sempre com o mar mais calminho e propício pro Stand Up Paddle.

Lá tem um TANTO de barracas que disponibilizam aluguel de pranchas, e o acompanhamento de um instrutor se você quiser ou precisar.
SUP não virou essa moda à toa, é gostoso demais, e gente de todas as idades pode fazer. Já vi muita gente acima de 70 anos em cima da prancha, e inclusive mandando bem demais.

[Leia também: Spoilers de como é o reveillon no Rio de Janeiro]

5. A cachoeira do horto pode ser deliciosa – se você não for num dia pateticamente lotado

Título auto-explicativo. O problema é achar um dia que não esteja pateticamente lotado.

vista-chinesa-e-cachoeira-do-horto-alguns-dos-melhores-passeios-do-rio
além da cachoeira, você pode aproveitar pra chegar lá na Vista Chinesa (foto da RioCulturalSecrets.com)

Sou muito grata a quem me apresentou a esse lugar delicioso, porque senão eu provavelmente morreria sem fazer a menor ideia que tinha uma cachoeira gostosa e moleza de chegar bem no meio da cidade. Só que aparentemente todo mundo descobriu junto, ainda mais depois da Rihanna dar uma chegada lá. Então lá vive meio insuportavelmente cheio de uns tempos pra cá… De toda forma, estar mais cheio pode te garantir maior sensação de segurança também, então isso não é de todo ruim.

Uma dica que acho importante: por mais que você esteja tentado a ir de short, ou fazer a trilha só de roupa de banho, NÃO FAÇA ISSO e proteja mais o corpo, porque lá tem um mosquito muito safado chamado Mutuca. Sério, ô bicho sem vergonha. Às vezes nem calça te protege direito deles.

6. A vista do Botafogo Praia Shopping é beeem bacana

Também muito carinhosamente chamado de “Botafogo Escada Shopping”, porque de fato tem escada rolante demais lá. Os andares são todos pequenos, então você anda um cadinho e PIMBA, já tem uma escada pra subir.

Subiu, andou mais um cadinho e PIMBA, outra escada.

Mas o fato de ser um shopping tão vertical te rende uma vista bonita pra caramba lá de cima.

vista-do-botafogo-praia-shopping
foto tirada do site do shopping

Uma outra coisa que gosto é que fica pertinho da estação de metrô Botafogo, então é bem fácil de chegar, indo de qualquer canto.

7. Aproveita que já tá por Botafogo, passa no Espaço Itaú de cinema e na livraria Blooks

O Espaço Itaú é um cinema bacana bem perto do Botafogo Praia Shopping, que tem meia entrada pra quem paga com cartão Itaú (não diga…), e passa alguns filmes mais difíceis de se encontrar em cinemas comuns (programação aqui).

Dentro desse espaço do cinema tem uma livraria que gosto demais. Ela é quase que exageradamente charmosa, tem uns itens tão bacanas de decoração (toy art, robôzinhos de aço e aaah~~), além de vender umas joias diferentes e únicas, criadas por artistas geniais. Tem umas lá que eu tô namorando há um tempo, e se alguém ler essa recomendação, comprar e acabar com todas elas, vou ficar bem triste. Por favor, deixem pelo menos um pingente lá pra mim.

livraria-blooks-no-rio-de-janeiro-uma-das-melhores-livrarias-de-botafogo
a livraria de Botafogo é tão charmosa que é até a capa do facebook deles

Ah, e por acaso lá até tem livros também – acabei falando de tudo menos deles nos parágrafos aí em cima. Muitos maneiríssimos e difíceis de achar, e um acervo sensacional pra quem gosta de HQ.

8. O Village Mall é bonito pra caramba

Eu não colocaria o Village Mall como lugar “prioridade” a se visitar, mas pra quem curte shopping, ele é provavelmente o mais bonito aqui do Rio.

Não é o maior, não é o que tem mais coisa interessante, e nem é o melhor pra se fazer compras – que até onde eu sei costuma ser a main quest de quem vai prum shopping.

Acho que não tem nem mais livraria lá. A Saraiva fechou e abriu uma Dolce & Gabanna no lugar, e a Livraria Cultura que tinha tô desconfiando que quebrou também.
Mas que é bonito, é.  Indiscutível isso aí. Até o banheiro do lugar é quase um ponto turístico, de tão caprichado.

Tem um espaço lá em cima bem bacana também, com sofás, cadeirinhas, guarda sol e afins. Pra quem é tarado em postar foto no instagram, esse cantinho provavelmente vai render fotos muito boas.

terraco_village_mall_vista
essa foto do amearquitetura.com mostra a beleza do terraço bem melhor do que o que tô descrevendo

9. Às vezes tem yoga de graça na praia de Ipanema

Na praia de Ipanema, alguns domingos de manhã, tem aula de yoga de graça, oferecida pelo Espaço 88Yoga88. É só chegar com sua vontade e sua toalhinha/canga.
Isso aí é uma coisa boa pra caramba que muita gente desconhece, até quem mora no Rio há 150 anos. E é uma experiência bem legal fazer yoga na praia, com um visual bonitasso e sem pagar nada por isso.

10. Comer algodão doce nos piers da Lagoa Rodrigo de Freitas, brincar no balanço e subir no trepa trepa

Já ficou evidente nessa lista minha tendência a diabetes – no item 2 eu praticamente só falei de doce no Terra Brasilis – e não quero ser má influência pra ninguém, mas algodão doce é um negócio tão divertido que não sei como alguém pode não gostar. Você coloca um pedaço de algodão colorido ali na boca e de repente PUFT, some, e vem aquele gostinho bom de açúcar puro.

Ali perto do trepa trepa na Lagoa e dos balanços geralmente tem também uns vendedores de balão, e me dá uma sensação gostosa assistir aqueles balões coloridos voando (qualquer dia compro um).

ab1bae_7539e84233cd423c80145527901368a1

Tem ainda a pista de patins e um bom espaço pra quem quiser andar de bicicleta… e os piers da Lagoa, que são possivelmente um dos lugares mais “românticos” do Rio, o que tem de casal lá não tá no gibi. Só não recomendo ir de noite, ou em momentos desertos, porque não é tão seguro. Procura ir em grupo e ficar atento.

Menção honrosa: Museu histórico nacional, e mais especificamente a exposição “Diálogo no escuro”

Esse aqui eu não vou falar muito não, pra não dar spoiler. Se ainda estiver em cartaz, só, realmente vale a pena. Eu não sei se ainda tá, porque a exposição era por tempo limitado, mas foi se estendendo de tão boa que é… se quando você vier não tiver mais no Rio, mas tiver na sua cidade, não deixa de ir não.

Já o museu vale a visita de toda forma, e agora tá rolando uma exposição maneiríssima de Lego, então vá mesmo!

Um toque sobre a segurança no Rio de Janeiro:

Pra finalizar, acho que cabe dizer que você definitivamente não deveria deixar de vir pra uma cidade tão linda e cheia de coisa pra fazer como o Rio, por “medo de violência”.

Na verdade, ao contrário do que os noticiários fazem todo mundo acreditar, aqui tem o mesmo nível de “perigo” de quase toda cidade grande no Brasil (e pasmem, é até bem mais seguro que muitas). A diferença é que absolutamente qualquer coisa que acontece aqui sai no jornal, enquanto acontecem ainda mais coisas em outros lugares, mas não são tão noticiadas.

uma-das-melhores-vistas-do-rio-de-janeiro-na-marina-da-gloria
nessa foto podemos contemplar eu lendo, de frente pra uma paisagem absurda e não sendo assaltada no processo

O que significa: claro que é bom ter atenção, evitar andar tarde pelo centro/regiões mais desertas ou perigosas (a Lapa é um bom exemplo de lugar que turistas adoram, mas ainda assim é bem inseguro, fica bem atento por lá), e tomar os cuidados que você tomaria em qualquer lugar (talvez não na Suíça…). Mas sem pânico, sem desespero. Pode vir feliz da vida!

[Leia também o “Guia de sobrevivência do Rio de Janeiro“]

passeios-seguros-no-rio-de-janeiro
nessa aqui podemos perceber uma amiga passando protetor solar na outra. perceba que o protetor solar não foi roubado!

E termina aqui esse post desnecessariamente grande, que provavelmente ainda vou aumentar quando perceber que fui injusta e esqueci outros lugares pra citar na lista. Quem quiser sugerir algum outro fica à vontade nos comentários!

E se você já estiver (ou morar) no Rio, vale a pena conferir aquela lista de 5 sorveterias no Rio que valem a pena até no inverno e dar uma passada nelas!

21 comentários sobre “10 passeios muito gostosos e baratinhos no Rio de Janeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s