7 dicas do Parque Lage (como ir de ônibus / metrô, quanto custa, o que tem pra fazer e TUDO mais)

Um dos passeios mais bonitos – e graças a Deus mais baratos – no Rio de Janeiro é o Parque Lage. Digo “graças a Deus” porque o lugar é tão bonito que faz a gente pensar que sairia uma fortuna passear por lá, mas não, não sai – vamos abordar quanto você deve gastar no total desse passeio ao final desse guia.

Como ir de ônibus para o Parque Lage e outras dicas
Um passeio lindo, e que você vai gastar surpreendentemente pouco pra fazer

O Parque ainda fica bem perto do Jardim Botânico (que também é lindo, embora seja um passeio menos barato) e permite que você mate dois programas em um dia só.

(Falei mais sobre o Jardim Botânico aqui em: 10 passeios gostosos e baratinhos no Rio de Janeiro, recomendo a leitura depois desse guia aqui!)

Então vamos às dicas pra resolver logo sua situação, que agora deve estar morrendo de vontade de ir: como chegar no Parque Lage de transporte público (ônibus ou metrô), o que tem pra fazer lá, como é a visita guiada (que aliás é uma novidade do Parque agora), qual o horário de funcionamento, quanto custam os ingressos do Parque Lage e por aí vai.

Começando pelo principal, porque a gente aqui também é desesperado por economizar em viagem/passeio:

1. Quanto custa o ingresso do Parque Lage?

Custa zero reais. Sério. Aproveita que a entrada nessa beleza é realmente gratuita.

É difícil acreditar, eu sei, especialmente porque o Jardim Botânico logo ali do lado cobra a entrada, mas é verdade.

Parque Lage dicas, como chegar e como ir de ônibus e metrô
aí dentro dessa caverna tem um aquário, cê acredita?

Então os únicos gastos que você vai ter no passeio são com ônibus / metrô e eventuais pipocas que você compre com o moço no carrinho de pipoca que costuma ficar na frente do Parque.

Ou numa barraquinha de food truck lá dentro (que por sinal, não aceita cartão de crédito, toma nota pra levar dinheiro), ou no Café do próprio Parque, se você quiser esbanjar – porque o Café do Parque é meio caro mesmo.

2. O que fazer no Parque Lage?

Você pode fazer de tudo – e inclusive pode ir lá pra não fazer nada. O parque é um ótimo lugar pro ócio.

Tem gente que vai pra passar uma tarde tranquila, gente que vai pra trilhar (preferencialmente em grupo), gente que vai só pra tomar um cafézinho (ou um café da manhã completo), tem gente que vai pra tirar fotos.

Dicas do parque Lage no Rio de Janeiro

Aqui cabe ressaltar que “tirar foto” é uma coisa, e ensaio fotográfico é outra – descobri só recentemente que você não pode circular com câmeras fotográficas profissionais dentro do palacete sem autorização. Logo, já deixo esse aviso que ensaios fotográficos devem ser acordados antes com o Parque.

Mas você pode perfeitamente tirar foto adoidado com seu celular (todas as fotos aqui foram tiradas com meu celular furreca, aliás).

Por sinal, a iluminação que se tem caminhando entre as árvores em um dia ensolarado é muito boa pra tirar selfies, como contei aqui:

Tem também gente que vai pra um piquenique e até gente que vai pra pedir alguém em casamento na visita guiada.

“Mas hein?”

É sério, espera que explico no próximo tópico.

Antes, só um aviso: se você fizer um piquenique no Parque Lage, tenha extrema atenção pra limpar tudo muito bem depois, porque “flagramos” durante a visita guiada um macaco com um pacote de biscoito (sério), que demonstra como pequenos atos podem ter um impacto gigantesco e desastroso na natureza.

Então cuide bem do Parque, até porque ele é seu também.

Mas agora vamos falar da visita guiada (e desse papo aí de casamento).

3. Como é a visita guiada no Parque Lage (ou como pedir alguém em casamento lá, vai que esses são seus planos):

Recentemente surgiu essa novidade no Parque Lage, que é a possibilidade de fazer uma visita guiada onde você vai contemplar a beleza toda do lugar e ainda aprender a história dele com uma guia.

IMG_20181118_133132742
uma das guias fofonildas (e filósofas)

As guias também acrescentam uma pitada de filosofia ao passeio e contam curiosidades interessantíssimas sobre o Parque e o Casarão – mas não vou dar spoilers, que é pra você ficar com mais vontade de ir e fazer essa visita guiada mesmo.

Eu só vou contar que o casarão foi construído como promessa de casamento, por um cara bem rico que se chamava Henrique Lage (daí o nome do Parque, aliás), pra uma cantora lírica por quem ele estava bem apaixonado. Ou devia estar. Sei lá, ele construiu um palacete pra ela. Vote aí nos comentários se ele devia estar muito apaixonado ou não.

E essa história toda sobre “construir um palacete desse só pra alguém casar com você” me fez até refletir sobre um jogo de Super Nintendo e GBA (Harvest Moon) na legenda dessa foto:

View this post on Instagram

Tem um jogo de Super Nintendo/GBA que eu era horrorosamente viciada, chamado Harvest Moon – "Meu Deus, o que isso tem a ver com o Parque Lage?" – Pera que eu chego lá, papa-léguas _ No jogo você tem que cuidar de uma fazenda e tentar conquistar uma das moças da cidade (entre outras coisas, mas ia ficar enorme essa legenda se eu falasse tudo, e pessoas tem preguiça de legenda muito grande – essa aqui inclusive vai ser ignorada por 80%) _ E pra conquistar, você tinha que ficar entubando essas moças de presente _ Algumas (tipo a Popuri, que era minha preferida) gostavam de coisas simples, como ovo cozido. Você pegava o ovo da sua galinha mesmo, jogava na água quente, levava lá pra ela, e pronto, ela já começava a pensar "hmmm, que fazendeiro gente boa, gostei" _ Agora o que raios isso tem a ver com esse Casarão do #ParqueLage? _ Na #visitaguiada contaram a história por trás do casarão. Em síntese (não vou dar muito spoiler) ele foi construído por um cara bem rico, como promessa de casamento pra uma cantora lírica _ Quando ouvi essa história, imediatamente lembrei de Harvest Moon e constatei como a Popuri era gente boa: casou comigo por causa das nossas conversas e de ovo cozido… _ Ovo cozido, cara… _ E você, qual seu tipo de ovo preferido? (E se já jogou, qual era sua personagem preferida em Harvest Moon?) _ Foto tirada durante a visita guiada que foi feita com toda essa galera aqui: @foradatoca, @viagensbacanas, @viajarcorrendo, @oliviagarimpandoporai, @leilabumachar, @traveltipsbrasil, @destinos.emfoco, @blogsoviagem, @karidesbrava _ #1viagem2visoesRio #RIOunico #ig_riodejaneiro #rioeuteamo #igersrio #idlatino #olhar_brasil #curiosidades #nerdice #natureza #harvestmoon #mundonerd #americadosul #eavparquelage #sourbbv #escolalivre #rio #021 #cariocando #guidedtour @parquelage #brazil_respost #riodejaneiro #1viagem2visoes

A post shared by Maria | 1 viagem, 2 visões (@1viagem2visoes) on

Valores e duração da visita guiada do Parque Lage:

A visita guiada custa R$ 30,00 por pessoa e dura mais ou menos 1 hora. Ela pode ser “personalizada” pra cada grupo.

Você poderia, como um moço já fez, agendar uma visita guiada pra levarem vocês pra caminhar no Parque Lage, e no final prepararem algo especial, no ponto mais “romântico” de lá (o terraço do casarão), pra você pedir alguém em casamento.

A guia contou pra gente que isso já aconteceu mesmo. Mas claro que pra visita diferenciada deve ter um valor diferenciado também.

E que dias tem essa visita guiada aí?

Não tem às segundas, nem domingos. Os dias e horários são só de terça à sexta, às 14h.

Aos sábados tem às 12h.

4. Qual o horário de funcionamento do Parque Lage?

Você pode ir lá passear nessa beleza das 8h às 17h (mas fecha às 18h durante o horário de verão!), todos os dias.

Já o Café do Parque (Bistrô Plage) fica aberto das 9h às 17h.

Menos nos sábados, que abre só às 13h e vai até às 17h.

Você pode ver mais informações aqui, no site oficial.

5. Tem estacionamento no Parque Lage?

Ter, tem. Mas é exclusivo pra professores e alunos da Escola de Artes Visuais que fica no Parque. O melhor é ir de ônibus / metrô (ou uber) mesmo.

Então vamos à esse ponto:

6. Como ir de ônibus / metrô pro Parque Lage?

Todas as vezes que fui pro Parque Lage, fui no esquema metrô + ônibus mesmo, e é bem tranquilo e fácil de fazer esse itinerário.

Vamos supor que você esteja hospedado na zona sul (leia mais sobre essa questão de hospedagem no Rio de Janeiro aqui).

Basicamente você vai pegar o metrô pra saltar na estação Botafogo, e do lado de fora da estação você vai pegar um ônibus integração do metrô, que já vai te deixar perto do Parque Lage (fala com o motorista pra te dar um toque).

Você pode pagar esse ônibus de integração com o próprio cartão pré-pago de metrô. Eu adoro esse cartão, aliás, porque você pode recarregar (e comprar) nas maquininhas de auto-atendimento com cartão de crédito e tudo.

E pagar até passagem de metrô no cartão de crédito é sensacional pra mim, como já contei em “Como raios viajar com milhas?“.

7. O Parque Lage é acessível pra cadeira de rodas / pessoas com mobilidade reduzida?

Apesar dos paralelepípedos na entrada, você pode ir de cadeira de rodas sim, e tem um elevador pra pessoas com mobilidade reduzida na escada principal, que dá acesso ao Casarão.

Conclusão sobre o passeio no Parque Lage:

Esse é um passeio tranquilo, bonito, barato ou gratuito (você entra de graça, e vai pagar no máximo R$ 30,00 na visita guiada + os lanches que comer lá) e que rende fotos lindas

View this post on Instagram

Não sei quem é a mocinha contemplativa de branco no meio da foto, mas gostaria de dizer "obrigada por ter olhado pro céu bem na hora do clique e deixado a cena tão poética" _ (É difícil não ficar contemplativa no @parquelage mesmo) _ Foto tirada durante a #visitaguiada no #parquelage, uma novidade de lá agora! Ontem foi uma galera conhecer essa novidade aí: @foradatoca, @viagensbacanas, @viajarcorrendo, @oliviagarimpandoporai, @leilabumachar, @traveltipsbrasil, @destinos.emfoco, @blogsoviagem, @karidesbrava _ #1viagem2visoesRio #RIOunico #ig_riodejaneiro #rioeuteamo #igersrio #idlatino #americadosul #eavparquelage #sourbbv #escolalivre #rio #cariocando #guidedtour #riodejaneiro #1viagem2visoes Atualizando: ACHEI a mocinha, gente! HAHAHAHA inacreditável! É a @jessicaoborges_ a modelo involuntária!

A post shared by Maria | 1 viagem, 2 visões (@1viagem2visoes) on

Querendo fazer um passeio mais econômico possível, os seus gastos com o passeio no Parque Lage podem ser: R$ R$ 5,80 de metrô + ônibus integração (que vai dar R$ 11,60 no total ida e volta), e aí você leva seu próprio lanchinho e garrafinha d’água (e tem bebedouro lá), tomando sempre cuidado com a questão que falei no tópico 2.

Então não deixa de ir pro Parque Lage não. Coloca ele no seu roteiro no Rio de Janeiro, junto com esses outros 10 passeios tranquilos, baratos e gostosos no Rio que já recomendei antes, e até o próximo post no 1 viagem, 2 visões!


Leia agora:

  1.  Guia de sobrevivência do Rio de Janeiro ou “como identificar um carioca na rua”
  2. Spoilers de como é o réveillon no Rio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s