Vale a pena fazer seguro viagem pra viajar pelo Brasil mesmo?

Eu nunca tinha me preocupado com seguro viagem pra viagens curtas ou pra quando a gente só vai ” ali do lado”. Sabe-se lá o que passava na minha cabeça, já que estatisticamente é muito mais seguro viajar lá pro Qatar do que pelo Brasil mesmo.

Mas quando a viagem é pra um destino próximo (ou relativamente próximo), a gente acaba criando vários malabarismos mentais pra justificar uma economia (pífia) e não fazer seguro viagem, como:

  1. “Se eu passar mal, posso voltar fácil pra casa”
  2. “Posso usar meu próprio plano de saúde (se tiver um)”
  3. Nada de ruim poderia me acontecer, o Brasil em geral é um país muito tranquilo 

    o que acontece quando você não faz Seguro Viagem

Ocorre que há pouco tempo descobri que fazer um seguro viagem pra viagens dentro do país é ridiculamente barato, e cobre todas as possíveis despesas muitas vezes exorbitantes que alguém poderia ter, como extravio de bagagem, compra de medicamento, roubos, mudança de passagens, emergências na viagem e afins.

Se você estiver duvidando da barateza absurda desses seguros, pode conferir aqui. A ordem de seguros na lista ainda é exibida por custo-benefício.

Alem disso, seguro viagem é o tipo de coisa que você compra pra não usar. Acaba dando até gosto se eu “jogar esse dinheiro fora”.

E poder viajar tranquilo, sem esquentar a cabeça com nada, não tem dinheiro que pague.

“Mas eu vou só viajar ali do lado…”

Convenhamos que nem existe tanto “viajar ali do lado” no Brasil. Por conta das dimensões do país, as distâncias entre cidades aqui muitas vezes são infinitamente maiores do que a distancia entre países da Europa. E essa distância ainda é agravada pela burocratização e má vontade de algumas companhias aéreas brasileiras.

Tenta explicar na hora de trocar as passagens por uma emergência que você vai ter que voltar de viagem mais cedo pelo motivo X.

Ainda que o motivo X seja “apocalipse eminente”, vão te cobrar uma taxa absurda por uma mudança de datas ou de rota na passagem.

Então: sim, valeria a pena fazer seguro viagem até pra viajar ali pra esquina, quanto mais pra outra cidade ou Estado, em um país de dimensões continentais.

“Mas já planejei tudo direitinho, minhas férias já tão marcadas e já tô juntando dinheiro desde 2009 pra viagem dos meus sonhos pro nordeste… Nada de ruim vai acontecer”

Vai correr tudo bem sim. Como disse lá em cima, Seguro Viagem é algo que a gente paga rezando pra não usar.

A gente acaba pagando só pela “paz de espírito”. E vale a pena pagar por isso – além do fator do valor bem baixo quando a viagem é no Brasil e/ou curta.

Mas como pessoas são mais convencidas por histórias trágicas do que por palavras de incentivo, vou contar uma historinha (real) só pra te motivar a pagar logo o valor de uma banana em um seguro.

Você na academia do Hotel, se não fizer Seguro Viagem

Era uma vez Cremilda. Cremilda tinha o sonho de viajar pra Patagônia, e conseguiu achar passagens incrivelmente baratas pra lá, e exatamente no período das suas férias. O preço tava tão bom pra época, que Cremilda ainda conseguiu emitir as passagens com milhas (leia “Como raios viajar com milhas” aqui, pra fazer igual a Cremilda), e tava até sentindo que ia viajar de graça.

Cremilda tava achando bom demais pra ser verdade. Tão bom pra ser verdade, que ela ficava sonhando todo dia acordada, pesquisando onde ia se hospedar, que passeios ia fazer, quantos casacos e meias ia precisar carregar, o que que ia dar tempo de conhecer.

Daí, dias antes da viagem, alguém que Cremilda amava muito morreu. Ela não teve mais ânimo nem condição de viajar (já deixo aqui a recomendação do “Como cada país lida com a morte? Qual país lida melhor e o que aprender com ele?”), não foi pra Patagônia até hoje e inclusive perdeu a vontade. Diz ela agora que lá é muito frio. Fim.

Eu não acho que vá acontecer com você o que aconteceu com Cremilda – Cremilda é meio cagada de urubu mesmo, com o perdão do termo. É só marcar uma viagem que ela fica doente ou surge um pepino na semana de véspera.

Cremilda descendo escada um dia antes da viagem

Esses casos são exceção entre todos os outros em que tudo corre bem, mas é pras exceções que a gente faz os seguros mesmo.

Aliás, como mencionei lá em cima, é pra nem pensar nelas, e ficar tranquilão antes, durante e depois da viagem.

Desde que descobri a Seguros Promo (já falei mais sobre esse site que compara valores de seguros aqui), ela tem sido minha preferida, de verdade, pra fechar qualquer negócio, então recomendo mesmo.

E como o 1 viagem, 2 visões é parceiro, você ainda ganha 5% de desconto colocando o cupom 1VIAGEM2VISOES5 no final da compra (já tá inserido automaticamente nesse link).

Qualquer outra dúvida pode mandar nos comentários!

Leia também:

“E quando a gente se quebra todo/passa mal/fica doente na viagem?”

“Vai viajar sozinha?”

 

3 comentários sobre “Vale a pena fazer seguro viagem pra viajar pelo Brasil mesmo?

    1. HAHAHAHA mas gostei dos dois comentários! Né, a gente economiza pra correr o risco de depois gastar o quádruplo… Faz sentido mesmo não. Agora que aprendi, se deixar eu tô fazendo seguro viagem até pra ir na Barra da Tijuca. Muito obrigada pela leitura e comentário, Aline! Beijo!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s