Como (e por que) conhecer Puerto Iguazú, a cidadezinha argentina mais amigável que tem

Puerto Iguazu é uma cidade pequenininha (uns 82.000 habitantes) e ainda assim, mágica.

A magia reside no seguinte:

1. Lá é provavelmente o único ponto do planeta onde a rivalidade entre brasileiros e argentinos inexiste (…ou pelo menos é muito bem disfarçada).

E 2. A cidade é uma coisa de dia, e outra completamente diferente de noite. É como se a partir das 18:00 Puerto Iguazú abrisse um portal pra Nárnia.

Bora falar melhor sobre as diferenças, por que você deveria conhecer essa cidade, e como chegamos em Puerto Iguazú da forma mais cômoda possível (spoilers: foi graças à Touron).

Motivos pra conhecer Puerto Iguazu:

De dia, uma cidadezinha absolutamente pacata, simples e simpática.

De noite, Puerto Iguazu vira um point absurdamente frequentado, sempre muito animado, que não deixa nada a dever pra Lapa ou o Parque Lleras. E isso acontece numa cidade de 80.000 habitantes. Sério.

Vamos listar mais um pouco os motivos pra ir:

1. A total facilidade de comunicação

Esqueça a vontade de treinar o espanhol (essa notícia pode inclusive ser frustrante). À noite você vai ver mais brasileiros do que argentinos por lá.

E além disso, todo habitante por ali tem um português impecável. Se você tiver algum medo de falha de comunicação, pode eliminar: isso não vai ser um problema em Puerto Iguazu. Jamais.

Um bom exemplo é esse cantor argentino que fica lá na feirinha cantando em um português perfeito, provavelmente melhor que os próprios brasileiros:

E uma vez que a comunicação é fácil, você pode aproveitar e ir pro próximo tópico…

2. Conhecer os habitantes da cidade

Como foi mencionado lá em cima, se você quer conhecer argentinos que não tenham aquela rivalidade bocó com brasileiros, Puerto Iguazú é o lugar (já percebeu que não decidi ainda se Puerto Iguazu leva acento ou não? Tá igual com Usaquen). Pode ir sem medo.

Aliás, eles nem poderiam ter rivalidade alguma (e quem tiver, tem que engolir): Puerto Iguazú é completamente sustentada pelo turismo. E esse turismo é composto por, sei lá, vou chutar 99,9999% de brasileiros, que saem de Foz do Iguaçu pra passar a noite lá.

E se brasileiros encaram uma fila danada na Ponte Tancredo Neves só pra cruzar a fronteira e ir pra noite de Puerto Iguazu, deve valer a pena… Mas isso você lê no tópico 5 lá embaixo.

3. O doce de leite e o churrasco

Auto-explicativo.

A grande estrela em Puerto Iguazu é um tal “aquele doce de leite no pote de papelão”. Quando você comer, vai entender.

Fiz as pazes com o doce de leite argentino depois desse.

4. Os preços beeem amigáveis

Na feirinha de Puerto Iguazu dá pra se empanturrar de comida a bons preços (com 40 reais, 2 pessoas comem um boi… Aliás, comem o boi literalmente, porque dá pra comer uma picanha enorme + muita batata frita a esse preço), comprar uma tonelada de alfajor e doce de leite, e qualquer outra coisa que der na telha, porque lá tem muita lojinha, uma do lado da outra.

Perto dessas lojinhas aí você encontra o Marco Argentino das três fronteiras, e uma dica que dou é: se der, conheça ele antes do brasileiro.

Basicamente porque o brasileiro é bem mais legal, e aí você vai começar do “legal” e ir pro “mais legal ainda”.

5. A noite na cidade vale a pena mesmo

Puerto Iguazú à noite ferve tanto quanto (ou mais) a “night” em cidades enormes e badaladonas. Tem mais calor humano por ali do que em muitos bares de cidades grandes.

Aliás, o calor humano foi ótimo, porque tava um vento frio de lascar quando fomos.

Olha sempre a previsão do tempo antes de ir e leva um casaquinho (lembrei sua mãe agora, eu sei – mas sua mãe tá certa).

6. Bar de gelo

Só não fui no Ice bar da Argentina por 2 motivos:  1. Como já ficou claro em vários posts por aqui (e pelo tópico acima), não sou chegada em frio; 2. Eu nem bebo. Logo, o que eu iria fazer num bar, e ainda por cima de gelo, é uma grande incógnita.

MAAAS a experiência no Ice Bar parece ser definitivamente inusitada e divertida. Afinal, é um bar de gelo. Não tem como não ser. Você pode incluir o Ice Bar junto com o passeio By Night Argentina também.

Talvez eu ainda vá um dia, mas putz, Foz do Iguaçu e os arredores tem tanta opção de coisa pra fazer, que a gente se perdeu nas opções e definitivamente não deu conta nem da metade (problemas de primeiro mundo: “oh não, tem muito programa legal pra fazer! que dilema horroroso!”)

7. E não é só à noite….

Você também pode (e eu diria que se bobear deve) conhecer o lado argentino das cataratas. Muita gente diz que é o mais bonito. Isso é questão de gosto, mas uma coisa é questão de fato: é o lado maior. A Argentina possui 80% das cataratas (:( grunf).

É coisa pra caramba pra ver. Tem quem diga que em 2 dias inteiros não dá pra apreciar tudo que o parque do lado argentino tem pra oferecer.

e isso porque o lado brasileiro já é absurdo de encantador

Tô escrevendo na base do “deve”e “tem quem diga” porque essa foi outra coisa que entrou na lista do “não deu tempo, porque tinha muita coisa pra fazer”. Ficou pra próxima, e tá beleza, porque rendeu uma desculpa boa pra voltar pra Foz.

8. As ruínas jesuítas

As ruínas na verdade não ficam em Puerto Iguazu, ficam em San Ignácio, Argentina. Mas acabei englobando aqui nesse post “todos os passeios possíveis na Argentina, saindo de Foz do Iguaçu” e virou bagunça já.

Lá no Marco das três fronteiras em Foz do Iguaçu (que ainda vem um post inteiro sobre o local), você pode ver uma réplica das ruínas, e só a réplica já é bonita o suficiente… Imagina de verdade, com toda a história que aquilo carrega… Putz. Como não querer ver pessoalmente?

Alguém me carrega pra lá. E se carrega pra lá também, que o negócio é bonito mesmo.

o que fazer em puerto iguazu passeios foz do iguaçu.jpg
foto: pixabay

Como chegar em Puerto Iguazú da forma mais cômoda possível?

Fomos pra Puerto Iguazu graças a um passeio cortesia delicioso da TourOn (parceira do 1 viagem, 2 visões)+MMC, e foi uma grata surpresa, além de uma experiência que recomendo a todo mundo que passar por Foz do Iguaçu e estiver na dúvida do que enfiar naquela listinha de “o que fazer”.

Definitivamente tem muita coisa pra fazer na cidade e arredores, e entre as tantas opções possíveis, a noite na Argentina se inclui como um dos passeios preferidos dos viajantes por lá.

Realmente não teve nada de ruim nesse passeio, a não ser a hora de ir embora. Rolou aquele “aaaahh :(” quando o guia comentou que tava chegando ao fim…

Destaque aqui pra simpatia, pontualidade e cordialidade do guia (Gian) e de todo mundo envolvido (não tem como não mencionar a Carol! MUITO obrigada)!

E quem acompanha o blog sabe que sou chegada em passeios por conta própria, mas dessa vez tenho que recomendar o tour mesmo.

Ir dessa forma fez uma diferença brutal porque 1. facilitou muito a nossa vida e não tivemos que nos preocupar com nada; 2. a gente foi como todo conforto e tranquilidade; 3. o guia, ultra simpático e conhecedor de Puerto Iguazú, deu dicas preciosas da cidade e ensinou muito pra gente, de cada detalhe e cantinho de lá – coisa que a gente não descobriria por si só; 4. a fila de espera foi menor (a gente nem precisou ficar nela, na verdade… o guia que fica, enquanto a gente fica esperando confortável na van); 5. o engarrafamento também é menor, já que tem uma faixa destinada só pra carros e vans de turismo. Hohoho!

E um detalhe bom de saber: sempre é bom levar identidade, mas se tá em cima da hora e você só tá com CNH, você pode reservar o passeio mesmo assim! Até 30 km após a fronteira dá pra entrar com CNH, graças a um acordo supimpa. Leva ele, entrega pro guia e tá tudo certo!

Pra reservar o passeio por lá ou qualquer outro na viagem em Foz, é só olhar aqui. Recomendo muito a TourOn depois dessa experiência. Deu alegria de ter como parceira.

Mais posts de Foz do Iguaçu e a tríplice fronteira virão por aqui, e pra acompanhar mais rápido é só checar no facebook, instagram ou youtube!


O 1 viagem, 2 visões é parceiro da Booking, e você pode reservar seu hotel ou hostel em Foz por aqui, que não paga absolutamente nada a mais por isso, e de bônus ainda faz alguém dar uns pulos de alegria do outro lado (sério, eu dou mesmo, qualquer dia filmo).

Querendo fazer um Seguro Viagem antes de ir, leitores do blog tem 5% de desconto digitando o código 1VIAGEM2VISOES5 no site da Seguros Promo. Tem um link direto pro desconto aqui, pra quem é preguiçoso. Já coloco, porque eu sou também.

Até o próximo post semana que vem! E mi caixa de comentários, su caixa de comentários. Fica à vontade aí pra dúvidas, discordâncias, sugestões, ou enviar imagens de cães fofinhos vestidos de bailarina.

[Vale mencionar aqui que antes de ir pra Foz eu me abasteci com bastante dica do Casa de Doda, Cheap Trip, Diário de uma viajante, Maquiadora Viajante e Viajar Correndo. Valeu a pena ler antes da viagem, então se você estiver indo, chega lá pra ler também!]

4 comentários sobre “Como (e por que) conhecer Puerto Iguazú, a cidadezinha argentina mais amigável que tem

  1. Sabe, as pequenas cidades sempre surpreendem. Ou mesmo as “médias”. Lembro da primeira vez em Trelew, na Argentina também, durante o dia quente, deserta, uma cidade daqueles filmes de bang-bang onde o feno enrolado é levado pelo vento. Chega a noite e…existe vida! Bom, esse lado que você sempre com talento relato está naquela lista que cada vez que venho aqui aumenta. E por tudo, sei que vale mesmo. Bastaria a sua palavra. Conheço, as ruínas de San Ignácio, e é um lugar mágico e místico pela história mas essa é outra viagem e envolve a lado brasileiro e paraguaio. Cataratas nem preciso escrever nada. Espero apenas o post com os pulos de alegria. O meu abraço sempre.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Já visitei a região três vezes mas sempre fui nas Cataratas pelo lado brasileiro… muita vontade de ir conhecer o lado Argentino 😦

    Um lugar que curti muito é o Parque das Aves que fica logo a frente da entrada do complexo das Cataratas.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s