A história mais CONFUSA da América do Sul: Colônia do Sacramento, explicada em episódios de Star Wars

Colônia do Sacramento não é só um esplendoroso chuchuzinho de cidade no Uruguai: a cidade também ostenta o título (que eu tô dando agora) de “cidade da América do Sul que mais me deixou confusa” tentando entender sua história e cronologia.

historia de colonia del sacramento
bonitinha, mas complicada

Se você tá duvidando que dá pra sentir tonteira, cefaleia tensional e confusão mental  tentando entender a história de Colônia do Sacramento, bora sentir isso tudo juntinho agora então (programão que tô te convidando, “vem sentir dor de cabeça comigo”).

[Pra achar a história um pouco menos confusa, recomendo depois a leitura de:  De onde vem a rivalidade entre o Brasil e a Argentina? 8 momentos de babado, confusão e gritaria – já abre em outra aba pra ler depois daqui]

E pra ser ainda menos confuso, vou usar títulos de Star Wars pra situar. Talvez fique confuso de todo jeito. Depois você pode me contar lá em baixo nos comentários se funcionou.

A cidade de história *mais confusa da América do Sul: Colônia do Sacramento

*Obs: Na minha humilde opinião e dificuldade de absorver a ordem cronológica das coisas.

Episódio I – A ameaça fantasma (porque não tinha ninguém lá)

Tudo começa quando portugueses  resolvem construir uma fortificação bem aqui:

historia colonia do sacramento
imagem meramente ilustrativa, portugueses não eram tão grandes

E como podemos notar, o “bem aqui” é bem em frente à Buenos Aires.

Aliás, Colônia fica tão pertinho de Buenos Aires, que hoje é possível ir facilmente de uma cidade à outra de Buquebus (já falei disso aqui), passear um bocado por lá e voltar no mesmo dia (não “hoje” de “hoje”, porque hoje estamos em meio a uma pandemia, e nossa melhor possibilidade não é estar num navio de Buenos Aires pra Colônia do Sacramento, que tá meio complicado ainda, mas você entendeu).

Mas voltando ao assunto: era previsível que daria treta quando portugueses decidiram fundar uma fortificação bem em frente à Buenos Aires.

No caso, o local onde Colônia foi fundada pelos portugueses, em 1680, realmente ainda não tinha espanhóis. Espanhóis estavam concentrados só do outro lado do rio, em Buenos Aires mesmo.

Em Colônia não tinha ninguém. Quer dizer, acho. Não sei também se tinha alguém lá, talvez um boi extremamente dócil chamado Robervaldo Ramírez que chegou antes dos portugueses e foi expulso injustamente, mas vamos colocar assim: “oficialmente”, portugueses chegaram lá, não viram ninguém, acharam o lugar bem estratégico pra se fixar e fundaram Colônia do Sacramento. 

Isso foi em 1680. Grave essa data.

“E por que eu preciso gravar essa data?”

Porque em 1680 mesmo, espanhóis vão achar os portugueses lá – talvez porque nosso hipotético boi, Roboivaldo Ramírez, corrompido pelo ódio e movido pelo sentimento de vingança de ser expulso de onde estava dormindo tranquilamente, denunciou imediatamente a presença de portugueses ali, e espanhóis vão pensar, talvez, algo semelhante a  “OPA, NÃO PODE FICAR AÍ NÃO, ME DÁ ISSO AQUI” ou talvez, também, quem sabe, “VAMOS VINGAR ROBOIVALDO E TIRAR AQUELES PORTUGUESES DE LÁ” – jamais saberemos, uma vez que a história nunca documentou nada parecido – e então os espanhóis vão tomar Colônia do Sacramento dos portugueses.

historia de colonia del sacramento e formaçao territorial do brasil
todos disputando pra ver esse pôr do sol em Colônia

Então temos que: em menos de 1 ano, Colônia do Sacramento começou sendo fundada por portugueses mas agora já é dos espanhóis.

Episódio II – Ataque dos clones: Colônia do Sacramento agora vai ser dos portugueses novamente

Passa-se menos de 1 ano (de novo) após a tomada de Colônia do Sacramento pelos espanhóis, e a Espanha vai devolver Colônia pros portugueses, após assinar um Tratado com Portugal, em 1681.

E algo importante vai acontecer alguns anos depois disso, em 1687: a Espanha vai fundar os “Sete Povos das Missões” ali “perto”, um lugar sensacional (quer dizer, não sei também, nunca fui lá e nasci um pouco depois de 1687, mas dizem, e as ruínas são lindíssimas, já visitou?), onde conviviam índios e jesuítas espanhóis.

“E isso é importante onde, minha filha? Tô há mais de X anos (insira sua idade) sem gravar o ano de fundação de Sete Povos das Missões e sigo vivendo muito bem e com saúde”

Sim, verdade, mas confia, a fundação de Sete Povos em 1687 vai ser importante pra entender a história de Colônia.

Resultado desse episódio: Colônia do Sacramento – que era dos portugueses e passou a ser dos espanhóis – voltou pros portugueses em 1681. Tivemos então já TRÊS mudanças de “donos” de Colônia, vai vendo. Bônus: Em 1687, ocorre a fundação dos Sete Povos das Missões ali perto.

Episódio III: A Vingança da Espanha (e Roboivaldo) – Colônia do Sacramento volta pros espanhóis

Em 1705, os espanhóis ignoram aquele Tratado de Lisboa assinado em 1681 (lembra?), talvez novamente incitados por Roboivaldo, que não consegue aplacar sua fúria desde 1680, e convenhamos que é um boi que já poderia ter se acalmado, pelo tempo decorrido e a maturidade e serenidade que muitas vezes a vida traz, até porque a expectativa de vida de um boi costuma ser de só 22 anos – eu realmente fiquei curiosa e fui verificar isso no Google – e bom, espanhois invadem Colônia do Sacramento mais uma vez. 

Final do episódio: Colônia do Sacramento – que era dos portugueses, passou a ser dos espanhóis e voltou pros portugueses – agora vai pros espanhóis novamente.

(Você já tá começando a sentir tonteira? Eu tô um pouco)

Episódio IV: Uma Nova Esperança (de Portugal) – Colônia do Sacramento volta pros portugueses

Agora Colônia do Sacramento vai voltar pras mãos dos portugueses, com a assinatura do Tratado de Utrecht.

Mas atenção: aqui estamos falando do segundo Tratado de Utrecht, não o primeiro, porque o primeiro Tratado de Utrecht não falou nada sobre Colônia do Sacramento.

“sim, claro”

(E agora, já tá te dando tonteira?)

Final do episódio: Colônia do Sacramento – que era dos portugueses, aí passou a ser dos espanhóis, daí voltou pros portugueses e foi pros espanhóis novamente – agora é dos portugueses.

Episódio V: Os Impérios fazem troca – Colônia é entregue pra Espanha e Sete Povos é entregue pra Portugal

Em 1750, Portugal e Espanha assinam o Tratado de Madri, e como já falei aqui, esse tratado foi importante pra caramba pra formação do Brasil. Ele basicamente já previa quase todo nosso território atual.

Quem ajudou a bolar o Tratado foi Alexandre de Gusmão, um cara muito sabido dos mapas e mais sabido ainda de “como convencer pessoas a fazerem péssimos negócios”: usou o princípio “uti possidetis” pra justificar para os espanhóis as possessões territoriais de Portugal na América (SAP: UM BRASIL GIGANTESCO ULTRAPASSANDO MUITO A LINHA DO TRATADO DE TORDESILHAS).

“Já tô me irritando, minha filha, porque primeiro você me manda gravar a data da fundação de Sete Povos e agora você fala em latim comigo, o que que é uti possidetis”

“Uti possidetis” em tradução livre, porca e imprecisa significa algo como “JÁ TAMO AQUI MESMO, NÓS QUE POSSUÍMOS A TERRA, PRA QUE VAMOS SAIR, NÉ? EVITEMOS A FADIGA”.

Ou seja: Alexandre de Gusmão ajudou a convencer os espanhóis que, basicamente, se ocupávamos aquele território, ele nos pertencia, pelo princípio do Direito romano que “quem possui de fato, possui de direito“, ainda que a extensão territorial do Brasil estivesse ultrapassando muito os limites estabelecidos pelo Tratado de Tordesilhas firmado entre espanhois e portugueses lááá atrás.

história de colonia del sacramento territorio brasileiro e tratado de madrid
mapas ilustrativos roubados da wikipedia

E nesse Tratado de Madri também foi feita uma troca: agora Colônia do Sacramento seria dos espanhóis e Sete Povos das Missões seria de Portugal.

Final do episódio: Colônia do Sacramento, que foi fundada pelos portugueses – invadida pelos espanhóis, voltou pros portugueses, daí voltou pros espanhóis e daí voltou pros portugueses novamente – seria agora entregue aos espanhóis, em troca dos Sete Povos das Missões – que foi fundado por jesuítas espanhóis, mas agora seria dos portugueses.

No entanto, portugueses e espanhóis não contavam com o lançamento do Episódio VI.

Episódio VI – O Retorno dos Jeguarani (licença poética pra misturar jesuíta com guarani e fazer quase jedi, perdão) – Colônia do Sacramento não iria pros espanhóis tão fácil

Ocorre que antes de decidirem que “os Sete Povos das Missões ficarão com Portugal”, esqueceram de consultar alguém importante: as pessoas que viviam nos Sete Povos das Missões.

Melhor dizendo: as pessoas que construíram, cuidaram, dedicaram e viveram toda sua vida nos Sete Povos das Missões, e foram capazes de arquitetar um local impressionantemente organizado, próspero, pacífico, sensacional – quer dizer, dizem, porque como já mencionei lá em cima, nasci alguns séculos depois e acabei não conhecendo.

E quem eram essas pessoas que viviam lá? Os jesuítas e guaranis.

E aí como tiraram eles de lá? Com guerra.

As guerras guaraníticas começaram três anos depois do Tratado de Madri, e colocou de um lado tropas espanholas e portuguesas, e de outro lado, jesuítas e guaranis lutando até o fim pra tentar continuar ali.

Dois exércitos de potências mundiais VS jesuítas e guaranis. Quem você acha que levou?

Resultado: 1511 x 4

(SAP: morreram 1511 guaranis e 4 europeus).

Logo: Colônia do Sacramento não seria entregue tão facilmente pros espanhóis, porque Sete Povos das Missões não foi entregue facilmente para os portugueses. E aí anularam o Tratado de Madri. Aquele que falei uns parágrafos acima.

Se você tá entendendo sem dar nó no cérebro até agora, parabéns, você é um fenômeno, porque eu dei nó só de escrever.

Episódio VII – O despertar da Espanha invadindo Colônia do Sacramento à força

Se a gente já tava achando confuso até aqui, imagina agora quando entra Cevallos na história em 1762. Cevallos vai ser um governador da província de Buenos Aires e Vice-rei do Vice-reinado do Reino da Prata (até isso é confuso), que não vai abrir mão de Colônia, liderando diversas incursões militares pra disputar Colônia do Sacramento com os portugueses.

Como eu já tô ficando cansada de escrever e essa história parece que não termina nunca, vou resumir:

1762 – Cevallos invade Colônia do Sacramento

1763 – É feito um Tratado de paz, daí Portugal recebe Colônia de volta

1776 – Cevallos invade Colônia de novo (sério…)

1777 – O Tratado de Santo Ildefonso anula o Tratado de Madri, daí aquela região de Sete Povos volta pra Espanha

1801 –  É Firmado Tratado de Badajoz e aqui as tropas gaúchas vão conquistar pra sempre a região de Sete Povos (porque o Tratado de Badajoz não falou nada sobre devolução).  Ou seja, o Tratado de Santo Ildefonso que mencionei logo ali em cima, já foi anulado.

Episódio VIII – Até brasileira Colônia do Sacramento já foi

Aqui eu vou te convidar, de novo, a ler De onde vem a rivalidade entre o Brasil e a Argentina? 8 momentos de babado, confusão e gritaria pra lembrar desse momento – e do que aconteceu depois dele – com mais detalhes e gifs.

Mas quando o Brasil declarou sua independência e se tornou o “Império do Brasil”, ele tinha a Colônia do Sacramento junto lá. O Brasil não ia do “Oiapoque ao Chuí”, era “do Oiapoque à Província Cisplatina”. Logo, a gente era o Império do Brasil FT Colônia do Sacramento – que na verdade não era “FT”, porque Colônia fazia parte do Brasil mesmo.

colonia-del-sacramento historia portugueses e espanhois tratado de madrid
Registro de carro dando carona pra plantas em Colônia do Sacramento

Colônia deixaria de fazer parte do Brasil pra sempre em 1828, mas aí, novamente, recomendo ler a história, senão esse texto aqui vai virar um e-book de tão grande.

Episódio chega, cansei – Colônia do Sacramento se torna a Colônia do Sacramento que a gente conhece hoje

E aí em 1828, Colônia do Sacramento não é mais dos portugueses, não é mais dos espanhóis, não é mais do Reino Unido de Portugal e Algarves, não é mais do Império do Brasil: é do Uruguai.

E assim será até hoje.

Ainda bem, porque quase não tem episódio suficiente de Star Wars pra explicar.

Fim.

Em síntese, foi mais ou menos assim: Colônia foi fundada pelos portugueses, espanhóis invadiram, voltou pros portugueses, foi pros espanhóis novamente, aí voltou pros portugueses, aí foi trocada por sete povos, aí não rolou, aí voltou pros portugueses, aí espanhóis invadiram, aí voltou pros portugueses, aí espanhóis invadiram de novo, aí voltou pros portugueses, aí blabloblobloblo, aí Brasil, aí Uruguai, aí chega.

Espero que tenha viajado na história, que tenha gostado e que sua cabeça não tenha dado muito nó (fica à vontade pra contar como foi essa saga nos comentários). Até o próximo post e se quiser  seguir o 1viagem2visoes no instagram, fica à vontade, que lá tem mais curiosidade aleatória ainda.


Leia também: Como o Japão deixou de ser um país isolado e quem ele irritou com isso? 

Uma história bizarra por trás do nome de uma cidade linda: Florianópolis

De onde vem a rivalidade entre o Brasil e a Argentina? 8 momentos de babado, confusão e gritaria

O que uma oração surgida em Roma em 524 d.C é capaz de transmitir ao mundo todo em 2020

2 comentários sobre “A história mais CONFUSA da América do Sul: Colônia do Sacramento, explicada em episódios de Star Wars

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s