Como chegar na Vinícola Concha y Toro por conta própria de metrô? (Da série: “economizando o rim em Santiago”)

Já tem uma série completa de “como poupar seu rim em Santiago” aqui no 1 viagem, 2 visões: aqui tem um passo a passo pra ir por conta própria  pra Valparaíso e Viña del Mar, aqui um guia de lugares pra se hospedar em Santiago se quiser economizar, e aqui uma lista de passeios baratos (ou gratuitos) pra fazer em Santiago. Mas aí você, que vinha economizando bastante na sua viagem em Santiago, tá com aquela vontade de conhecer uma vinícola. E descobre que os tours pra vinícola Concha y Toro custam um rim. E o seu rim, logo seu rim, tão economizado até então, seria sacrificado se você não souber como ir conta própria pra lá.

Então chegou a hora de contar como chegar por conta própria na Vinícola Concha y Toro de metrô e continuar com seu rim intacto.

Como conhecer a vinícola Concha y Toro por conta própria
Bora lá conhecer essa lindeza

No final desse texto, eu dou também alguns “spoilers” de como é o passeio na vinícola, pra quem gostar de spoilers – ou pra quem quiser decidir se vale a pena ir até lá.

Como ir por conta própria pra vinícola Concha y Toro de metrô?

Antes de ir pra Concha y Toro é importante saber que essa é uma das vinícolas mais famosas de todo o Chile. E tô falando “uma das” só pra ser boazinha com as outras: acho que é A mais famosa mesmo.

“Tá, mas e daí?”

Isso significa que o passeio na Concha y Toro é um dos mais cobiçados em Santiago e consequentemente significa que é ideal que você reserve sua ida pra Concha y Toro com alguma antecedência, especialmente se você estiver com dias e horários disponíveis meio limitados pra ir.

Na verdade você vai ter que fazer isso, porque sem os ingressos você não entra lá, e é obrigatório reservar com pelo menos 24 horas de antecedência.

Como chegar na Concha y Toro de metrô
se não comprar seu ingresso esse segurança simpático provavelmente não vai te deixar entrar

Então a primeira coisa que você tem que fazer pra ir pra vinícola Concha y Toro por conta própria é: agendar seu passeio. 

Vamos entender como fazer isso agora.

Passo 1 pra ir pra Concha y Toro por conta própria:

Entre no site oficial da vinícola Concha y Toro. Eles tem até uma versão do site em português, de tanto brasileiro que visita, então não vai ter mistério.

O passeio mais barato disponível é esse que circulei aqui, de 16 mil pesos:

como ir para vinícola concha y toro tour passeio de metrô e ônibus
algumas das opções de tour que vão aparecer no site pra você (print do reserva.cyt.conchaytoro.cl/cytWP/)

Esse passeio mais barato inclui, além da caminhada guiada pela vinícola (que é bonitona), a degustação de 3 vinhos. É um passeio de aproximadamente 1 hora. Tem opção de guia que fale em português, claro.

Pra te poupar de ficar na dúvida de “qual passeio escolher”: eles são todos muito parecidos, mudando basicamente só a quantidade de vinhos degustados ou se vai ter “harmonização com queijos” no final ou não.

Comprou/foi lá no site ver como compra? Agora vamos pro próximo passo.

Passo 2 pra ir pra Vinícola Concha y Toro por conta própria:

Vamos supor que seu hotel seja próximo ao metrô (provavelmente vai ser próximo mesmo, porque Santiago é uma cidade incrivelmente bem servida de metrô, como já falei aqui).

Basta você pegar o trem pra estação Las Mercedes,  que fica na linha 4 (a linha azul escuro). Você pode fazer transferência pra linha 4 na estação Tobalaba.

Se você estiver na região Central de Santiago ou quase ali, você vai levar aproximadamente 1 hora e 40 minutos pra chegar lá – a vinícola é  longe mesmo. Fica em outra cidade, chamada Pirque.

E aí pronto, uma vez dentro do trem do metrô, você vai ter 1 hora e 40 pra ficar lá contemplando a paisagem na janela, lendo algum livro ou se estiver de saco cheio da paisagem e sem livro, pode também ir lendo as dicas do Chile aqui nesse caminho.

Passo 3 pra chegar na Vinícola Concha y Toro de metrô:

Chegando na estação Las Mercedes, você vai perceber que tem uma saída na estação de metrô que diz “Concha y Toro Poniente”. É nessa aí mesmo que você tem que sair.

Saiu? Agora é hora de escolher se você quer seguir de táxi, uber ou pegar um ônibus (metrobus). Eles vão te deixar na entrada da Vinícola.

Dica valiosa pra quem estiver atrasado pro horário reservado:

Se você estiver com pressa, recomendo pegar um uber ou táxi na estação Las Mercedes pra Concha y Toro, porque o ônibus dá uma voltinha e pode demorar bem mais.

“Dá pra ir andando do metrô até a vinícola Concha y Toro?”

Não, não dá. Quer dizer, dar, dá, “nada é impossível” e deve ter quem faça até caminhadas do Rio de Janeiro ao Maranhão a pé por dias. Mas ir a pé do metrô até a Concha y Toro daria mais de 1 hora andando, num caminho meio deserto em uma estrada que não tem absolutamente nada pra ver/fazer. Então vamos voltar às opções “ônibus/táxi/uber” pra Concha y Toro aqui.

Como ir de  metrô e ônibus pra vinícola Concha y Toro?

Se você estiver tranquilo de tempo e sua escolha for pegar o ônibus ao sair do metrô, só esteja preparado psicologicamente pra ser bem amassado  (os ônibus do Chile, assim como os de boa parte dos países na América do Sul vão te fazer admirar muito os no Brasil).

Vinícola Concha y Toro por conta própria: como ir de metrô e ônibus (ou táxi e uber)
Mas toda a “amassância” vai valer a pena

Peça pro motorista te avisar quando estiver próximo da Concha y Toro, e não vai ter erro. Você salta lá pertinho.

Mas como eu disse, se você estiver com pressa, vai de uber ou táxi. Vamos falar mais disso agora.

Quais os valores pra ir de táxi ou uber pra vinícola Concha y Toro?

Da estação Las Mercedes até a Concha y Toro, deve dar aproximadamente 3.000 pesos chilenos de uber. Se for de táxi, é aproximadamente uns 4.000.

Você vai chegar bem rapidinho:

passo 4 de como ir por conta própria para a vinícola concha y toro, um passeio lindo em santiago
Google Maps não me deixa mentir

Eles vão te deixar na porta da Concha y Toro mesmo.

Quanto vou gastar pra ir por conta própria de metrô pra Concha y Toro?

O valor máximo que você vai gastar em transporte pra Vinícola Concha y Toro se for por conta própria nesse esquema de metrô+táxi, uber ou ônibus, é:

800 pesos chilenos de ida de metrô + 800 pesos chilenos de volta (aqui eu tô considerando a tarifa mais alta possível de metrô, pra você não levar susto, mas cabe ressaltar que o metrô de Santiago tem vários valores possíveis, de acordo com o horário e dia).

4000 pesos chilenos de ida de táxi + 4000 pesos chilenos de volta de táxi.

Total: 9600 pesos chilenos no transporte ida e volta. Isso dá maais ou meeenos o equivalente a uns 53 reais.

Como mostrei no passo 1 lá em cima, o passeio mais barato na vinícola Concha y Toro custa 16 mil pesos, que é o equivalente a uns 87 reais. E temos aí seu valor total indo por conta própria: uns 140 reais.

Se levar em consideração que excursões pra Concha y Toro cobram geralmente mais de 240 reais: parabéns, você economizou aí uns 100 reais, no mínimo.

“E se eu quiser me poupar de qualquer trabalho / estresse/ tempo pra ir pra Concha y Toro?”

Aí você pode reservar um tour mesmo, que te busca no hotel e te leva. Tem muita opção de tour pra Concha y Toro, e se você tiver condições pra isso, não estiver precisando economizar e quiser poupar tempo e trabalho, pode ser uma boa ideia também. Vai de gosto e das condições de cada pessoa na viagem. Eu não fui assim, então não posso recomendar nenhum com “conhecimento de causa”.

Se você já foi de tour pra vinícola Concha y Toro (ou quer ir), fica à vontade pra compartilhar nos comentários aqui em baixo.

E como é o “tour tradicional” (o mais barato) na vinícola Concha y Toro?

O passeio é gostoso, tranquilo e não deixa nenhum “leigo” em vinho perdido: os guias explicam tudo bem explicadinho. A vinícola é realmente bonita, enorme, e vai te render uma visão e experiência ainda melhor se você for em época de muita uva por lá (provavelmente da segunda metade da primavera em diante), porque aí dá até pra comer algumas! Quando fui, infelizmente, tava assim:

vinicola concha y toro no final do inverno santiago de chile

Então nada de uva pra mim. Ainda quero voltar em uma época menos gelada pra lá.

Nesse passeio você experimenta 3 vinhos diferentes, descobre sobre a lenda do Casillero del Diablo (não vou contar, pra não dar mais spoilers ainda), e no final ganha de presente uma taça da Concha y Toro.

Como disse, achei o passeio bem gostoso, agradável mesmo, ideal pra leigos (eu sou leiga, tô falando por isso) e pra quem quer conhecer uma vinícola e matar a curiosidade mesmo. Algumas pessoas chamam de passeio “pega turista”, mas se for, eu nem percebi ou foi um prazer ser uma turista “pega” na Concha y Toro (leia sobre outros passeios turísticos em Santiago – e alguns nem tanto – aqui).

Se você já foi na vinícola Concha y Toro ou pretende ir, por conta própria ou não, fica à vontade pra mandar qualquer dúvida ou compartilhar sua experiência nos comentários, e até o próximo post!

View this post on Instagram

Essa foto é de viagem antiga, meu cabelo não cresceu tudo isso em poucos dias e não tô aqui pra fazer propaganda de Imecap hair (mas se quiserem me enviar umas caixas de teste não me incomodo não) _ Foi tirada lá em Santiago, que por sinal é uma cidade incrível pra quem tem alopecia, porque veja: ou eu estava usando um gorro, ou eu estava usando um chapéu floppy, e tá aí uma ótima forma de disfarçar falhas no couro cabeludo (você pode observar isso aqui: #1viagem2visoesChile, só clicar) _ Mas Santiago não vale a pena só pelos chapéus que você tem a oportunidade de usar, e sim pela abundância de atrações na cidade. Sério, tem muita coisa maneira pra fazer lá e nos arredores. Muita coisa bonita de se ver também. Cada visual que minha nossa senhora, e aquele contraste das construções suntuosas e da natureza… Coloquei no link da bio "10 passeios bonitos e baratos em Santiago" pra quem ainda não leu, vá lá se estiver duvidando (mas você tá duvidando de mim? Sério isso? Que que eu te fiz?)

A post shared by Maria | 1 viagem, 2 visões (@1viagem2visoes) on

Observação em novembro de 2019: cabe sempre lembrar que algumas estações de metrô em Santiago sofreram muitos danos nas últimas manifestações e várias estão temporariamente fechadas. A previsão de recuperação e reabertura é pra 2020.  Verifique sempre as notícias e o estado do metrô nos sites oficiais antes da sua viagem. Recomendo entrar dias antes do passeio pretendido no metro.cl e dar uma olhada, porque na página inicial eles já indicam quais estão em funcionamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s