Os melhores (e piores) bairros pra se hospedar em Santiago – se é que dá pra chamar algum bairro de “pior”

Já falei mais de 270 vezes por aqui que Santiago é uma cidade sensacional (pra quem estiver duvidando: 12 coisas que impressionam em Santiago).

Isso torna a missão de escolher onde se hospedar por lá muito fácil: entre os lugares mais famosos entre viajantes, não existe exatamente um lugar “ruim” pra ficar na cidade, e sim um menos… melhor. E sei que “menos melhor” foi uma facada no pâncreas do português, mas é que realmente não existe expressão mais adequada pra definir.

Todos tem suas vantagens e são bons pra se hospedar em alguns aspectos, e o que faz diferença na hora de decidir onde ficar em Santiago são detalhes. Então vamos falar desses detalhes agora.

Onde se hospedar em Santiago:

Diferentemente daquele post sobre “onde se hospedar em Bogotá“, nesse aqui os critérios não focam tanto na segurança, mas nas possibilidades de cada bolso, na proximidade dos pontos de interesse (e do metrô, obviamente), na atmosfera, beleza e os arredores de cada bairro.

1. O melhor bairro pra se hospedar em Santiago se dinheiro não é um problema

A resposta pra esse é pá-pum: Las Condes. Pronto. Nem precisa pensar muito não, já pode escolher esse.

SAMSUNG CAMERA PICTURES
as ruas arborizadas de Las Condes

Las Condes/El Golf é uma região incrivelmente bonita, limpa, arborizada e organizada, com muitas opções de hospedagem (tem muitas de luxo, mas dá pra achar intermediárias pesquisando bem).

Pra dar uma noção, lá é um dos bairros/comunas onde os Santiaguinos mais gostam (ou gostariam) de morar.

O bairro é muito bem servido de metrô (é abrangido pelas estações que vão de Tobalaba a Los Dominicos), tem um parque lindo e muito adorável (Parque Araucano… pode colocar na sua lista de lugares pra conhecer lá), delicioso de se passar uma tarde tranquila, e pra quem for sedento por compras, um shopping enorme pra ninguém botar defeito (Shopping Parque Arauco, que aliás, fica bem perto do Parque Araucano e você pode combinar um passeio nos dois logo).

SAMSUNG CAMERA PICTURES
Cruzando o Parque Araucano pra chegar no outro lado de Las Condes (onde fica o Shopping Parque Arauco)

Tem até um shopping inteiro que vende SÓ artigos esportivos, e com uma área que simula ondas e você pode SURFAR mesmo nele (Mall Sport).

Querendo mais motivos pra ficar lá, Las Condes ainda vai facilitar sua ida pros Andes, porque é um dos bairros mais próximos – e os passeios costumam sair de lá mesmo.

De Las Condes você pode chegar em 1 hora (ou menos!) em Farellones, e leva um cadinho mais pra chegar em El Colorado, La Parva e Valle Nevado.

booom fotografo

Se os preços dos hotéis em Las Condes assustam, não é pra desanimar: tem muita opção de lugares no estilo “apart-hotel” pra se hospedar, que permitem que a gente se sinta em casa, e ao mesmo tempo tenha toda a comodidade de um hotel por ali (tirando o café da manhã, que não rola… mas em alguns até oferecem essa opção!).

Os preços de estadia em um apart-hotel, por conta da abundância de opções, são beeem mais amigáveis. E pra estadias mais longas você consegue achar valores ainda melhores.

1.1 O melhor bairro pra se hospedar em Santiago se você prioriza economia

“SAI, larga meu dinheiro”

Se hospede no Centro.

Só fique mais atento aos seus pertences, e evite andar muito tarde por lá (mas o centro de Santiago ainda é, definitivamente, muito mais seguro que o centro das cidades grandes do Brasil).

Fuja de Vitacura e evite Las Condes.

Como falei ali em cima, procurando beeem dá pra achar opções a preços bem justos em Las Condes… mas se você precisa economizar ao máximo, o mais justo dos preços não vai ser tão barato quanto o Centro.

E Providência pode ser um meio termo bem interessante: embora seja um pouco mais caro que o Centro, é menos residencial e mais barato do que Las Condes e Vitacura.

Você pode ver algumas (mais de 300…) opções de hospedagem em Providência aqui.

2 O melhor bairro pra se hospedar em Santiago se você prioriza agitação e vida noturna

Lastarria e Bellavista é o seu lugar. Pode ir sem medo.

Lastarria é na verdade uma área dentro no Centro, que tem a vida noturna bem agitada.

Pra entender onde fica, olha esse mapa aqui.

Bellavista é um pouco menos agitado que Lastarria (só um pouco), mas ainda traz opções pra quem quiser chaqualhar de noite, comer em muitos restaurantes até tarde e afins.

2.1 O melhor bairro pra se hospedar em Santiago se você prioriza tranquilidade

Las Condes volta pro pódio, e aqui também entra Vitacura.

Ambos tem uma atmosfera mais tranquila, residencial, com muitas ruas arborizadas, e parques verdes e lindos como o Parque Araucano (em Las Condes) e o Parque Bicentenário (em Vitacura).

SAMSUNG CAMERA PICTURES
Parque Araucano
sky-costanera-visto-do-parque-bicentenario-em-santiago-chile
Vista do Sky Costanera (essa foto foi tirada lá do Parque Bicentenário)

Vitacura é o mais pacato e isolado desses dois. Até um pouco demais. Não acho que seja uma escolha comum pra se hospedar em Santiago, mas é um daqueles lugares em que os santiaguinos gostam pra morar também.

Tipo aquele bairro que você escolhe pra ficar se tá indo com a família, quer relaxar e ter bastante sossego, e não faz a menor questão de bater muita perna, nem de se hospedar num lugar central.

3. O melhor bairro pra se hospedar em Santiago se você prioriza ficar próximo dos “pontos turísticos”

Pode escolher o Centro, sem pensar muito.

Aqui vou considerar como “ponto turístico” aqueles lugares que todo mundo chama de “imperdíveis”, e se você voltar de lá sem ter ido, pessoas vão soltar horrorizadas “COOOMO você foi no lugar Y e não fez a coisa X” – com aquele tom que faz parecer que você contou que matou alguém com uma motosserra.

Mas já falei algumas vezes que pra mim a palavra “imperdível” nem existe: a gente tem que ir só no que tá com vontade e pronto. Não há, na história da humanidade, notícia de alguém morrendo por não ter tirado foto com o Pateta na Disney, ou da Torre Eiffel em Paris.

predios antigos de santiago centro da cidade
Bolsa de Santiago – um dos lugares que vão falar “COMO ASSIM VOCÊ NÃO VIU?” se for pra Santiago (mas que só vi por acaso porque tava no meio do caminho)

Em todo caso, vamos continuar: o Centro é uma boa opção porque tem exatamente a concentração da maioria desses lugares “tem que ir” de Santiago.

Alguns exemplos: o Palacio de La Moneda, a Catedral Metropolitana (que é lindona, VÁ!), o Cerro Santa Lucia (que é lindão, VÁ! – 2), Lastarria, essa Bolsa de Santiago aí em cima na foto, e mais uns tantos…

4. O melhor (e o PIOR) bairro pra se hospedar em Santiago se você prioriza comodidade e proximidade do metrô

Quase todos os bairros em Santiago são muito bem servidos de metrô, e você não deve ter problema nenhum com isso, se prestar atenção na localização do hotel/albergue/afins no mapa.

Mas eu disse quase. Tem um bairro, em especial (que figura na lista dos mais tranquilos, abastados e bonitos) que em regra vai te deixar bem afastado do metrô e de quase tudo, o que realmente não achei legal. Esse bairro é Vitacura.

Vitacura, como eu já disse, é bem bonito, e é lá que fica o Parque Bicentenário (que talvez você queira visitar, se for fã de fazer picnic na graminha, e curtir um sossego observando os pássaros e as pessoas fazendo cooper o dia todo… ou se quiser fazer o cooper junto).

Mas Deus do céu, como é isolado/nada cômodo.

Querendo proximidade do transporte público, fuja mesmo de Vitacura se puder, a menos que o bairro faça muito seu estilo e você não ligue de pegar bastante táxi ou fazer longas (mas eu quero dizer LOOOOOOONGAS) caminhadas até o metrô, ou qualquer coisa de que precise.

SAMSUNG CAMERA PICTURES
Santiago numa manhã de primavera com cara de inverno (tem um vídeo da cidade nessa primavera invernal aqui)

Ficando no Centro, você tá muito bem servido de metrô, com as estações que vão de San Pablo a Baquedano (linha vermelha), em Las Condes também (mencionei no tópico 1), em Providência idem e por aí vai…

Conclusão:

Talvez dê pra resumir as opções de hospedagem em Santiago assim:

Quer um combo de beleza, tranquilidade, segurança e comodidade: vai de Las Condes.

Quer um combo de economia, comodidade, grande movimentação e proximidade de pontos turísticos: se hospeda no Centro/Lastarria/Bellavista ou Providência.

Quer ficar próximo do metrô: quase todos atendem essa exigência. Mas sempre olha antes no mapa a quantas quadras seu hotel/albergue/apartamento vai ficar da estação mais próxima… e foge de Vitacura.

Qualquer outra dúvida pode mandar nos comentários e pra ler mais sobre o Chile, tem mais posts aqui!

Querendo fuçar mais, o 1 viagem, 2 visões tá no instagram, facebook e agora no youtube também!

12 comentários sobre “Os melhores (e piores) bairros pra se hospedar em Santiago – se é que dá pra chamar algum bairro de “pior”

    1. Se hospedar em Providência é uma escolha bem inteligente mesmo, acho que lá acaba juntando um pouco das qualidades de todos os bairros! Tem a economia, a comodidade, o lado mais residencial, movimento e a proximidade desse metrô que REALMENTE é a mãe dos viajantes, definiu muito bem! hahaha
      O metrô em Santiago quebra um galho absuurdo!
      Muito obrigada pelo comentário!

      Curtir

    1. Valparaíso é a sua cara mesmo! Consigo imaginar uma crônica saindo de lá hahaha
      Acho que você ia gostar muito das duas cidades! E como Valparaíso é colaado em Santiago, dá pra fazer bate-volta sem se preocupar muito com onde se hospedar lá! Obrigada pelo comentário!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s