Amor é uma coisa que a gente nem precisa motivar, mas aqui vão uns 57 motivos pra amar o Peru

O Peru é muito possivelmente o país mais fascinante desse planeta. Se não for, tá concorrendo pela medalha de ouro com no máximo uns outros 2.

Lá não é perfeito, tem um tanto de problemas e alguns explícitos, até pra quem é viajante (que sempre tá empolgadão e achando tudo maravilhoso). E ainda assim, o país consegue render as experiências, os sabores e as visões mais impressionantes de uma vida.

paisagens-mais-bonitas-do-peru

É daí que vem o fascínio: a gente sente que tá tendo a viagem das nossas vidas, mesmo que não esteja num lugar perfeito.

Lá é muito real, e muito deslumbrante com toda essa realidade. Ainda que muitas vezes você vá estar em cidades castigadas por terremotos, pobreza, violência, tráfico, tsunami, e de bônus passando mal com altitudes acima de 4.000 metros, o ar rarefeito e a impossibilidade de comer muito sem  perder o ar e sofrer ainda mais depois (a tortura maior vem do fato de não poder comer tanto justamente num lugar em que a comida é maravilhosa).

1vulcaozin

Apesar disso tudo aí, a gente sai de lá encantado e fazendo planos de retornar o mais breve possível.

por do sol em huacachina

Eu não faço ideia de como não ficar abobalhada num lugar que reúne centenas de ruínas incas, vulcões, desertos com dunas gigantescas e oásis, praias, montanhas de picos nevado e lagunas de cores absurdas, desertos que se encontram com o mar, reservas de alpacas, vicunhas e lhamas, o maior lago do continente (o lago parece UMA CIDADE de tão grande) e de um azul que dói os olhos, ilhas de lobos-marinhos, e etcs (muitos etcs).

Tudo isso acompanhado de uma música andina que te deixa absorto e toca em quase todo canto (ou o reggaeton, que vai estar na rádio do táxi, do uber, do ônibus e do avião), um povo realmente receptivo e de bem com a vida, e a melhor comida desse sistema solar.

Arequipa ou a catedral mais bonita do planeta

E tem TANTA, mas TANTA história em cada canto daquele país, que a gente nem precisaria ir num museu pra sentir isso: ele é um museu vivo, de uma civilização fascinante e uma cultura rica pra c*ralho. Mas tem museu pra caramba se você quiser também. E museus que não são maçantes ainda por cima (acho que lá eles não conseguiriam nem se tentassem), são todos interessantes demais.

queridas alpacas obrigada por existirem4

Foi lá que a gente conheceu o anfitrião mais simpático do mundo;
Viu as paisagens mais bonitas das nossas vidas;
Fez carinho em 198 alpacas;
Surfou na areia do deserto;
Teve que ser resgatado em outro;
Comeu pratos esculachadamente gostosos;
Viu lhamas, vicunhas, gaivotas e lobos-marinhos até enjoar (MENTIRA, nunca enjoaríamos);
Andou de ré (eu, no caso) pra não parar de olhar pra vulcões assustadoramente suntuosos;
Se deparou com lhamas comendo grama numa pracinha;
E mais de 100 gatos vivendo em paz num parque no meio da cidade;
Brincou em fontes iluminadas impressionantes;
Tomou banho olhando pro pacífico;
Brincou com cachorros adoráveis;
Dormiu num oásis;
Conseguiu apreciar paisagens mesmo congelando, perdendo o ar e tendo acordado 3 da manhã pra chegar nelas;
Conheceu uma mini-cidade isolada do mundo por muros, onde monjas viveram em completo isolamento do resto da humanidade por séculos;
Achou que ia morrer mais de 100 vezes e se sentiu tão grato e aliviado por não morrer em nenhuma delas

monasterio-de-santa-catalina-1

vendo lobo marinho nas islas ballestas

alpacas maravilhosas

por do sol e faro de miraflores 2

por do sol dunas de huacachina 3

huacachina-de-noite-por-do-sol

E tantas outras coisas que marcam uma vida e que tenho que ser grata por ter vivido, que eu não saberia listar o resto sem acabar sendo injusta e esquecendo de algo.

Bateu saudade de lá hoje e por isso deixei toda essa declaração de amor aqui, que podia ser resumida em: se você puder, vá pro Peru. Ou volte pro Peru. Daí vá pro Peru mais uma vez. E vá sem achar que lá é só Machu Picchu, porque isso é até maldade com um país tão cheio de coisa fascinante.

candelabro

playa roja reserva de paracas

A única falha do país que chegou a partir meu coração é o fato deles comerem as alpacas e os porquinhos da índia, mas vá lá, a gente não é muito melhor que eles por comer outros animais tão dóceis quanto.

(AH: o 1 viagem, 2 visões tomou vergonha na cara e fez uma página no facebook dias atrás! Quem quiser pode nos seguir que a gente REALMENTE fica feliz feito pinto no lixo com todos os nossos primeiros seguidores!

Façam parte desse momento marcante: sigam a página antes mesmo das nossas mães seguirem!

E pra quem quiser ler mais sobre o Peru:

  1. Valle Del Colca, a coisa mais bonita que eu já vi na vida
  2. Deserto de Paracas ou “alguém me tira daqui”
  3. Islas Ballestas ou “como é se sentir num documentário do Nat Geo Wild”
  4. A melhor cidade pra engordar nesse planeta
  5. Brincando no circuito mágico del água (que é mágico mesmo)
  6. Arequipa, a danada de bonita
  7. Oásis de Huacachina: vale a pena comer muita areia
  8. Monasterio de Santa Catalina, dá pra se perder fácil nesse lugar

12 comentários sobre “Amor é uma coisa que a gente nem precisa motivar, mas aqui vão uns 57 motivos pra amar o Peru

  1. Demais pracer ler seus comentarios e vivencias
    De viagem no
    Peru. E verdade, e
    Um pais maravilhoso que vale a pena conhecer. Explorar
    De norte a sul, este a oeste.
    Praias, morros, desertos, selva, aves, peixes, ceu azu, montañas, gente rica e gente povre e gente muito pobre. Musica, comida boa.
    O brigado por
    Escrever tan bem sobre Peru.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s